COMO O SONO INFLUENCIA SUA PRODUTIVIDADE E BEM ESTAR

13-03-2017

por Lane Lucena

Bem Estar

Talvez você seja uma daquelas pessoas workaholic que não para de pensar em trabalho, ou ainda, trabalhe em home office, sem ter muito controle sobre que hora deve parar para dar uma pausa.

 Se este é o seu caso, este texto é para você.


Sabia, que trabalhar sem horários pré-determinados pode sobrecarregar seu cérebro? 


Você pode ficar surpresa ao saber que o simples fato de reduzir suas horas de sono, pode estar criando uma espécie de “lixo tóxico” para o seu cérebro.


E como se livrar desse tal “Lixo Tóxico?

A resposta é simples: Dormindo!


O que ocorre é que quando você dorme, as células do seu cérebro encolhem. Isto, causa um aumento de espaço entre as suas células cerebrais. É quase como se fosse desbloquear um riacho. Assim o fluxo sanguíneo, pode passar entre estas células e levar as toxinas para fora.


Não se sinta culpada em ter uma noite de sono bem dormida, muito menos pense em reduzir a quantidade delas. Aquelas horas de sono, que pode parecer uma perda de tempo, é na verdade, uma forma do seu cérebro fazer uma faxina para se manter limpo e saudável.  


Saiba que fazer um trabalho ou atividade sem ter dormido o suficiente, significa que você está funcionando com um cérebro com pequenas toxinas metabólicas flutuando à sua volta. Essas toxinas são venenos que fazem com que não se consiga pensar muito claramente. É como tentar conduzir um carro movido a gasolina e nele colocar álcool ou diesel. Além do mais, dormir pouco, não faz apenas com que se saia mal apenas em atividades cotidianas ou que exigem maior concentração, mas também pode trazer desconfortos ou doenças, incluindo dor de cabeça, depressão, problemas cardíacos, diabetes, e até mesmo a diminuição da perspectiva de vida.  


Outro fator importante do sono é que ele está associado com uma parte importante do processo de memória e aprendizagem. Estudos da neurociência apontam que durante o sono o seu cérebro organiza ideias e conceitos aprendidos ou executados ao longo do dia. De maneira geral pode se dizer que, são apagadas partes menos importantes da memória e simultaneamente fortalecidas áreas, das quais precisa ou deseja recordar, repetindo muitas vezes padrões neurais para aprofundá-los e fortalecê-los. 


É como se a completa desativação do seu "eu" consciente no córtex pré-frontal, que fica na parte da frente do seu cérebro, ajudasse outras áreas a se comunicar umas com as outras com maior facilidade, permitindo-lhes encontrar a solução neural para a sua tarefa de aprendizagem enquanto está dormindo.


Dormir bem é fundamental para a saúde e para o bom humor, por isso, se tem dificuldade de sono, confira essas dicas, para vencer a insônia:

Para adotar bons hábitos do sono é aconselhado:


- Ir deitar-se e levantar-se sempre na mesma hora todos os dias, inclusive aos finais de semana;

- Realizar atividades que aliviam o estresse poucas horas antes de dormir;

- Fazer refeições leves a partir das 18h;

- Desligar qualquer aparelho eletrônico, como televisão, computador, celular, relógios ou despertadores antes de se deitar.

- Evitar deixar notificações ativas em seu aparelho celular, ou até mesmo dar aquela espiada quando já está na cama.

- Preparar e reservar o quarto somente para dormir e para o contato íntimo. A cama deve ser confortável e a luz não precisa ser forte, o ideal é um abajur com luz fraca próximo à cabeceira, para favorecer o sono.



Você verá que essas dicas, poderão ajudar e muito não somente seu sono, como também, sua qualidade de vida.

Experimente.

Lane Lucena

Lane Lucena é apaixonada pela vida. Mãe da Maria Carolina, psicanalista clínica, pós-graduada em comportamento organizacional e gestão de pessoas, especializações em psicopedagogia clínica e psicologia e saúde mental. Idealizadora do Viva Sua Essência e do Psiqueanalise.com. Coach de vida e escrita. Criadora do "Curso EscrevArte - A arte de escrever" - que utiliza o recurso da escrita expressiva e intuitiva como ferramenta do autoconhecimento e escritora do atual livro: "O Poder do Permita-se".